• DBS Partner

Como aplicar uma pesquisa interna sobre benefícios corporativos

Atualizado: Mar 31


O foco no desenvolvimento e na valorização do capital humano é um dos principais pilares da gestão de pessoas. Ao aplicar uma pesquisa interna sobre benefícios corporativos, o negócio consegue elaborar estratégias de motivação e incentivo mais eficazes, alinhando os objetivos dos colaboradores aos da empresa.


É muito importante, no entanto, saber quais são as melhores formas de aplicar a pesquisa interna sobre benefícios corporativos — já que o sucesso de toda a estratégia depende das informações coletadas e, posteriormente, da elaboração de um bom plano de ação. Para ajudá-lo nessa missão, reunimos algumas dicas valiosas no conteúdo.


A importância da satisfação dos funcionários


Um funcionário satisfeito com a organização na qual trabalha dificilmente se desligará dela ou terá problemas quanto à produtividade. Isso porque ele sabe que a empresa reconhece e valoriza seus esforços, ponto-chave para manter a sua motivação e engajamento com o trabalho.


Sendo assim, é fundamental que as empresas se preocupem com a satisfação das equipes, preparando estratégias, — como o oferecimento de benefícios corporativos atraentes —, que visam seu bem-estar e qualidade de vida. No entanto, é claro que não basta apenas criar uma política de excelência se ela não é bem administrada.


Com a pesquisa interna sobre benefícios corporativos, a empresa consegue medir os resultados da estratégia ao longo do tempo, mudar aquilo que não está dando certo e aperfeiçoar suas ações. No próximo tópico, preparamos um passo a passo de como esse procedimento pode ser feito.


Como aplicar a pesquisa interna sobre benefícios corporativos


Conforme vimos, oferecer benefícios aos colaboradores é uma prática que mantém os funcionários satisfeitos com a empresa, — o que, inclusive, melhora a imagem dela perante os públicos interno e externo. Mas, será mesmo que a estratégia implantada vem trazendo os resultados desejados?


É preciso fazer uma pesquisa para saber o que a equipe acha dos benefícios oferecidos, avaliando a possibilidade de mudanças. Para isso, siga os passos.


Faça um planejamento


Toda ação de sucesso começa pelo planejamento. Sendo assim, pense nos seguintes aspectos:


  • quais são os objetivos da pesquisa interna sobre benefícios corporativos;

  • qual será o método de aplicação da pesquisa (respostas com notas de “0 a 5”, “bom ou ruim”, “sim ou não” etc);

  • em qual canal a pesquisa será veiculada e respondida pelos colaboradores;

  • como será feita a análise dos resultados.


Elabore as perguntas certas


As perguntas do questionário devem ser alinhadas ao foco da pesquisa, por isso, é preciso formulá-las com cuidado. Alguns exemplos incluem:


  • de 0 a 5 (sendo 0 a pior nota e 5, a melhor), o quão satisfeito você está com os benefícios oferecidos pela empresa?

  • qual benefício você não recebe, mas gostaria de receber?


Uma possibilidade é montar uma lista com todos os benefícios ofertados atualmente e pedir que os funcionários indiquem o grau de satisfação para com cada um. Para tornar o processo mais prático, adote, aqui, o sistema de respostas “de 0 a 5”.


Em seguida, monte outra lista com aquilo que ainda não é oferecido pela empresa. As notas de 0 a 5 serão úteis para definir o nível de interesse dos funcionários nesses benefícios.


Por fim, é interessante disponibilizar sempre uma caixa de sugestões para que os colaboradores deixem seus comentários, sugestões e ideias. Afinal, essas informações são sempre bem-vindas, concorda?


Divulgue a pesquisa


Antes de divulgar, de fato, a pesquisa, é fundamental informar aos colaboradores sobre o propósito da ação via e-mail. Essa transparência na comunicação aumenta a confiança dos times e os assegura de que o negócio se importa com a satisfação deles.


Nesse momento, avise também que os resultados obtidos na pesquisa interna sobre benefícios corporativos serão utilizados para gerar melhorias nas políticas empresariais. Logo após, divulgue o link que redirecionará o colaborador ao questionário — que deve ser feito por meio de ferramentas online, facilitando o acompanhamento e a mensuração.


Analise e divulgue os resultados


Com o fim da pesquisa, chegou o momento de analisar os resultados. Aqui, uma dica interessante é contar mais uma vez com o apoio da tecnologia: existem ferramentas online especializadas em compilar respostas e transformar dados em insights.


A partir daí, estabeleça prioridades e faça os ajustes necessários na política atual, de modo a equilibrar o orçamento empresarial e as preferências dos colaboradores. Por fim, divulgue os resultados e apresente a nova proposta de carteira de benefícios.


Essas são as etapas necessárias para aplicar uma pesquisa interna sobre benefícios corporativos. Tendo em mãos as informações referentes às necessidades e aos anseios dos times, fica mais fácil criar e conduzir estratégias coerentes. Com isso, todos, colaboradores e empresa, saem ganhando.



Fonte: Blob VB


#pesquisa #beneficios #recursoshumanos #rh #gestao


VAMOS CONVERSAR

Av. Angélica, 2100, 12º andar, São Paulo, SP 01228-903, Brasil

dbs@dbspartner.com.br   |  Phone: + 5511 3159 0888

© DBS Partner. All rights reserved.