• DBS Partner

Qual a diferença entre turnover e absenteísmo?


turnover e absenteismo

Sabia que existem indicadores capazes de revelar a falta de participação dos colaboradores e a relação de admissões e demissões em uma empresa? Dois deles são o absenteísmo e o turnover. Quando esses marcadores estão elevados, diferentes impactos podem gerar na organização, a citar: baixa na produtividade, desmotivação dos funcionários e aumento dos custos.


Embora ambos sejam indicadores de Recursos Humanos, existe diferença entre turnover e absenteísmo. O primeiro mensura a quantidade de colaboradores que deixam a empresa, ou seja, está relacionado à rotatividade de pessoal. O segundo, por sua vez, tem a ver com o total de ausências dos funcionários durante a atividade laboral.


Diferença entre turnover e absenteísmo


Para entender qual é a diferença entre turnover e absenteísmo é importante conhecer o conceito de ambos.


Turnover mensura a rotatividade de funcionários, ou seja, trata da relação entre contratações e demissões de colaboradores. Altas taxas desse indicador podem revelar problemas como: falta de motivação profissional, insatisfação com o ambiente de trabalho, clima organizacional estressante, baixa remuneração e entre outros fatores.


Absenteísmo remete a quantidade de ausências de funcionários durante o expediente. O indicador trata não apenas da falta no ambiente de trabalho, mas também dos atrasos dos empregados. As férias não estão inclusas nesse indicador, afinal é um direito dos colaboradores. Vale destacar que é comum haver absenteísmo nas organizações, mas quando os índices se tornam recorrentes e prolongados, é motivo preocupante.



Fonte: educamaisbrasil.com.br