• DBS Partner

FGTS: aprenda a diferença entre saque-rescisão e saque-aniversário

Saques de valores do fundo de garantia estão disponíveis em situações diferentes


saque FGTS

Desde o ano passado, trabalhadores podem optar pela nova modalidade de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O saque-aniversário permite a retirada de um determinado valor do fundo nos meses seguintes ao aniversário do contribuinte.


O tradicional saque-rescisão é aquele disponibilizado no momento da demissão sem justa causa, no qual o trabalhador terá direito ao levantamento de todo o valor disponível no fundo depositado pelo empregador, com a rescisão do contrato. A quantia é liberada de uma só vez depois que solicitada, além das multas rescisórias em cima do fundo.


A opção de saque-aniversário retira o valor do fundo de garantia disponível, por isso, se houver a necessidade do saque-rescisão, a quantia não será mais em sua totalidade. O prazo para adesão é sempre até o último dia útil do mês de aniversário do contribuinte.


Quem adere ao novo modelo e quiser desistir, deve esperar o prazo de 24 meses para a mudança fazer efeito.

Como solicitar os saques


O saque-rescisão pode ser acionado pelo aplicativo “Meu FGTS” ou direto na agência da Caixa.


O saque-aniversário é opcional e o trabalhador deve demonstrar seu interesse à Caixa para realizar a adesão, seja pelo app ou presencialmente. Após a solicitação, o valor será liberado de acordo com o calendário abaixo.

Valores do saque-aniversário


Os valores variam de acordo com a faixa salarial, confira:



Calendário de saque-aniversário por mês


Os saques podem ser feitos dentro de três meses, sendo aberto no primeiro dia útil do mês de aniversário do contribuinte e fechado no último dia do segundo mês seguinte. Confira como está sendo o calendário de 2021:




Fonte: Contábeis