top of page
  • Foto do escritorDBS Partner

A ascensão dos benefícios flexíveis no mundo corporativo: preferências, vantagens e economia

Entenda por que os benefícios flexíveis têm conquistado os trabalhadores, conheça as tendências e saiba como o RH pode economizar ao implementá-los


benefícios flexíveis

Os benefícios flexíveis vêm ganhando cada vez mais espaço no mundo corporativo. Essa abordagem permite que os colaboradores escolham os benefícios que mais se adequam às suas necessidades e preferências, proporcionando maior satisfação e retenção de talentos. Aqui, exploraremos os motivos por trás dessa tendência, os benefícios flexíveis em alta e dicas para o RH economizar na hora de implementá-los.


Motivos da preferência pelos benefícios flexíveis:

  1. Personalização: Cada pessoa tem suas próprias necessidades e preferências. Os benefícios flexíveis permitem que os colaboradores escolham o que mais se adapta ao seu estilo de vida, garantindo maior satisfação e engajamento.

  2. Atração e retenção de talentos: Ao oferecer benefícios flexíveis, as empresas mostram que valorizam a individualidade de seus colaboradores, tornando-se mais atrativas para novos talentos e aumentando a retenção dos atuais.

  3. Melhoria na qualidade de vida: Os benefícios flexíveis podem contribuir para a saúde física e mental dos colaboradores, uma vez que são escolhidos de acordo com suas necessidades e interesses.

Benefícios flexíveis em alta:

  1. Plano de saúde personalizado: Os colaboradores podem escolher coberturas e serviços de saúde que melhor atendam às suas necessidades e as de suas famílias.

  2. Vale-cultura: Proporciona acesso a eventos culturais, como cinema, teatro e exposições, incentivando o desenvolvimento pessoal e intelectual.

  3. Auxílio-educação: Oferece suporte financeiro para cursos, treinamentos e certificações, promovendo o aprimoramento profissional.

  4. Horário flexível: Permite que os colaboradores ajustem seus horários de trabalho de acordo com suas necessidades, promovendo o equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

  5. Home office: Possibilita o trabalho remoto, proporcionando maior flexibilidade e autonomia para os colaboradores.

Dicas para o RH economizar na hora de contratar benefícios flexíveis:

  1. Pesquise e negocie: Faça uma pesquisa de mercado e negocie com os fornecedores de benefícios para conseguir melhores condições e preços.

  2. Invista em tecnologia: Utilize plataformas digitais que facilitem a administração dos benefícios flexíveis, reduzindo o trabalho manual e o tempo gasto na gestão.

  3. Implemente um programa de pontos: Estabeleça um sistema de pontos para os colaboradores distribuírem entre os benefícios de sua preferência, permitindo um maior controle de gastos por parte da empresa.

  4. Monitore e ajuste: Acompanhe o uso dos benefícios e faça ajustes conforme as necessidades dos colaboradores e as possibilidades financeiras da empresa.

  5. Invista em comunicação: Garanta que os colaboradores estejam bem informados sobre os benefícios disponíveis e como utilizá-los, evitando desperdícios e garantindo que os benefícios sejam realmente aproveitados.

  6. Promova a educação financeira: Ofereça programas e workshops que ensinem os colaboradores a gerenciar seus benefícios e recursos financeiros de forma consciente, evitando gastos desnecessários e contribuindo para sua saúde financeira.


Fonte: Mundo RH

Comments


bottom of page